Pedagogia

O curso de licenciatura em Pedagogia foi implantado no Campus de Naviraí da UFMS em 2009, uma das metas do REUNI previstas para o período de 2008-2010, visando à expansão do ensino superior no país. O curso, na modalidade presencial, tem duração de 4 anos e uma carga horária de 3.842 horas/aula, distribuídas entre disciplinas básicas, de aprofundamento diversificado, integradoras; atividades complementares, estágios e trabalho de conclusão de curso; atividades organizadas por semestre e desenvolvidas no período noturno e aos sábados.  São oferecidas 60 vagas anuais, sendo o ingresso pelo Sistema de Seleção Unificado – SISU, mediante resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. Há, ainda, a possibilidade de transferência de outras instituições e oferecimento de vagas remanescentes para portadores de diploma de curso superior. De modo geral, o curso objetiva formar profissionais da educação de maneira sólida e consistente no âmbito cultural e específico, críticos e conscientes de sua realidade social e educacional, para que sejam capazes de efetivar todas as atividades inerentes ao processo ensino aprendizagem, de forma a contribuir para uma formação de cidadãos críticos, ao exercerem a docência na Educação Infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental e Médio e na Educação Profissional, bem como a atuação profissional em outras funções e espaços não escolares. O referido curso conta atualmente com professores titulados e concursados nas diversas áreas que integram o currículo de formação proposto, os quais promovem, além das atividades de ensino, também as de extensão e pesquisa envolvendo a participação de acadêmicos do curso.

Desde o seu surgimento, o curso de Pedagogia teve preocupação com a formação docente. Ao longo do percurso histórico visualizam-se alguns modelos, tais como a formação do bacharel em 3 anos e do professor em 4 anos na década de 30 do século XX, assim para a docência havia a necessidade de formação complementar de mais um ano de estudos. No processo de desenvolvimento social e econômico do país, com a ampliação do acesso à escola, cresceram as exigências de qualificação docente e a partir de 1980 desencadearam-se várias discussões a respeito da necessidade de reformulação do curso de Pedagogia, nas quais se pressupunha a docência enquanto parte da identidade do professor e todas as outras pessoas que fazem parte da educação. Nos anos de 1990, o curso foi se constituindo como o principal locus da formação docente dos educadores para atuar na Educação Básica: na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental. No decorrer do tempo o curso ganhou suas próprias Diretrizes Curriculares Nacionais, as quais desde 2006 focam a docência como base da formação, embora articulem também as atividades de gestão e de pesquisa na área educacional. De modo geral, o curso de Pedagogia no contexto atual, ao ressaltar a formação e atuação docente na educação básica, caracteriza-se enquanto um curso de licenciatura.

O licenciado em Pedagogia encontra um mercado de trabalho amplo, principalmente na educação básica, com possibilidades de atuar no magistério e nas funções correlatas, nos diferentes níveis previstos: na Educação Infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio (na modalidade Normal de Educação Profissional), na área de serviços e apoio escolar e em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos, tais como a organização e gestão de sistemas educacionais, de instituições escolares e espaços não escolares.

Klinger Teodoro Ciríaco

E-mail: klingerufms@hotmail.com

Fone: 3409-3426